sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Nigeriano obrigado a divorciar-se de 82 mulheres

O nigeriano Mohammadu Belo Masaba, de 84 anos, aceitou a contragosto cumprir a lei islâmica e divorciar-se de 82 das suas 86 mulheres, com quem tem pelo menos 170 filhos. Veja a noticia aqui.
Massaba foi condenado à morte no passado dia 20, por um dos conselhos islâmicos mais importante da Nigéria, o Jamutu Nast el Islam, sentença que acabou por ser anulada. Contudo as autoridades ameaçaram Masaba com o exilio, dando-lhe um prazo de dois dias para adaptar a sua vida à Sharia (lei islâmica). Foi então que o nigeriano se reuniu com vários relegiosos e aceitou a decisão.
Mas mesmo após ter aceite manter apenas quatro mulheres, o nigeriano continua a alegar não ter cometido nenhum crime. "Não existe nenhuma lei que diga que um homem não pode casar com mais do que quatro mulheres. Todas as minhas mulheres têm filhos, e vivo com algumas delas há cerca de 30 anos. Como podem pedir-me que as deixe em dois dias? lamenta Masaba.

Li aqui no Portugal Diário

1 comentário:

Rodrigo Piva disse...

Coitado do cara, poxa. Só vai poder ter 4 mulheres? hehe

Abraço e bom final de semana!